"S.O.S Verão: Tratamentos para estrias."

 Estrias na pele é um dos grandes tormentos das mulheres. Porém, um dos períodos que elas mais se incomodam é no verão. Isso se dá por um motivo obvio: verão lembra calor, calor lembra praia, mar... e assim vai.

 Mesmo naqueles lugares no Brasil onde não há litoral, temos clubes, mais casas possuem sua piscina, homens e mulheres aproveitam o calor para usar pouca roupa, e é nesses momentos que muitos, inclusive homens se sentem desmotivados a aproveitar a estação de calor para se divertirem a vontade devido a essas marcas na pele que tanto incomodam.

Causas

 A causa das estrias não é novidade pra ninguém: o famoso efeito “sanfona”, engordar e emagrecer, obesidade, gravidez, tem sido apontados como as principais causa desta inflamação que surge na pele deixando cicatrizes que podem aparecer na cor branca, roxa e vermelha, embora não sejam as únicas causas (corticosteroides tópicos, orais ou injetáveis e anorexia nervosa também são causas de estrias). Os locais do corpo que elas mais aparecem são barriga, bumbum, coxas, seios.

Soluções

Como eliminar estrias? A medicina estética tem demonstrado grande eficiência em criar tratamentos para o combate de estrias. Alguns deles são:

-Micro pigmentação – Esta técnica é recomendada para as estrias brancas. Antes de uma semana já é possível observar as mudanças. O procedimento é simples. Após a anestesia local um pigmento é aplicado na região afetada, por intermédio de uma agulha fina, com a mesma tonalidade da pele. O efeito pode durar em torno de 5 anos.

-Combinação da Luz Intensa Pulsada + Ácido retinóico – O procedimento é mais indicado para as estrias vermelhas. Após a aplicação da luz intensa na região com estria o peeling com ácido retinóico é feito para que haja intensificação nos resultados. A técnica é útil na restauração dos tecidos cutâneos e são indicadas entre 3 e 6 sessões com intervalo de aproximadamente 30 dias entre cada uma destas.

-Carboxiterapia com peeling químico – Nesse método, o gás carbônico é injetado na camada profunda da pele para que a circulação sanguínea seja ativada. São recomendadas entre 3 e 5 sessões.

-Intradermoterapia – O procedimento estético é eficiente na diminuição das estrias. Na técnica ocorre a injeção de uma substância capaz de estimular a produção de colágeno na pele.

Bronzeamento esconde ou elimina as estrias? Com certeza não, tanto que pessoas de pele negra também sofrem com elas.

Como prevenir estrias durante e após a gravidez? Bem nestes casos não existe segredo: cuidar do peso que se adquiri durante a gravidez( não comprometendo a saúde da mãe e criança), fazer uso de cremes hidratantes nas áreas que mais aumentam durante a gravidez, são cuidados recomendados para as mulheres gravidas.

Existem remédios para as estrias? Remédios de uso oral não existem ainda (pelo menos até agora), porém, a indústria farmacológica tem lançado no mercado cremes e produtos para esfoliação da pele com uma boa eficácia no combate as estrias. Basta apenas, a pessoa saber escolher exatamente qual creme será melhor para seu tipo de estrias.

Existem soluções caseiras, para eliminar estrias naturalmente? Sim, existem. Por exemplo:

-Vitamina E – benéfica para a saúde da pele, poderá usar óleos ricos em vitamina E, como azeite de oliva, o óleo de soja, o óleo de avelã ou o óleo de rícino, bem como consumir alimentos que o possuem.

-A manteiga de cacau é uma gordura vegetal que favorece a hidratação da pele, ajudando na elasticidade da pele.

-Dois óleos bastante conhecidos são o óleo de rosa mosqueta e o óleo de amêndoas ambos contêm altas propriedades regenerantes.

-Sementes de uva e creme de abacate também atuam como tratamento para as estrias.

Cabe também dar destaque para a alimentação. Visto que engordar e emagrecer de forma abrupta também provoca estrias, seria muito importante ter um melhor controle com o peso corporal. Beber água suficiente, mantem o corpo hidratado e, consecutivamente, a pele.

E lembrando que iniciar determinado tratamento contra estrias assim que elas surgem, torna a sua eficácia melhor.









Nenhum comentário:

Postar um comentário